Um Dia Pela Vida – Peniche

O Sporting Clube da Estrada e a Associação Mão Amiga participaram com empenho nesta iniciativa solidária.

Na Festa de 23 de Maio, na Festa final de 24 horas seguidas, daí UDPV – UM DIA PELA VIDA-Peniche, estivemos com uma banca de produtos hortícolas e pastelaria, com o conjunto musical MAR-A-VISTA, com a turma de dança da AMA e com a classe feminina de Mix-Dance. Tudo fizemos em resposta ao apelo da Liga Portuguesa Contra o Cancro para também na medida das nossas possibilidades contribuirmos para a erradicação desta doença.

Carlos Tiago continua a proporcionar-nos oportunas reflexões sobre as grandezas e fraquezas dos humanos. Eis o que ele escreveu sobre este grandioso evento da Liga Portuguesa contra o Cancro que decorreu entre 20 de Janeiro e 23 de Maio de 2015.

“Diss
e-o logo no primeiro dia; esta iniciativa vai ser um êxito. Algumas das pessoas presentes, no Auditório Municipal no dia 31 de Janeiro, corroboraram a minha afirmação. Esta iniciativa da Liga Portuguesa Contra o Cancro, começou nessa noite em Peniche com a apresentação da Comissão Local para Um Dia Pela Vida, constituída por doze valentes, mulheres e homens, com o firme e único propósito de dedicar os próximos meses de árduo trabalho a esta nobre causa. Estas e outras iniciativas semelhantes mostraram bem como os penicheiros sabem ser solidários. Mas……. e nestas “coisas” há sempre uns “mas” que “atrapalham” as boas e gratificantes notícias. Esta iniciativa por muito incrível que pareça originou um enorme movimento entre jovens e menos jovens, alguns mesmo com idade para ficarem em casa no conforto do lar, não fora uma enorme vontade de colaborar e ser útil a uma instituição como a Liga Portuguesa Contra o Cancro. Originado na Comissão Local, foram constituídos 80 Grupos, com 10/11 colaboradores por Grupo, o que representou mais de 850 pessoas a colaborar de alma e coração nesta ajuda ao próximo. No Sábado dia 23, dia de encerramento, no Jardim Municipal de Peniche houve animação, SEM INTERRUPÇÃO, das 11h da manhã de Sábado 23 e terminou às 11h da manhã de Domingo24. Só por isto, já seria razão mais do que suficiente para fazerem parte da abertura de um qualquer Tele Jornal, num qualquer País civilizado do Mundo. A minha maior tristeza deveu-se ao facto de, na Comunicação Social Regional, não ter aparecido uma única referência a este maravilhoso evento. Sei que, o que todos fizeram, foi por amor à causa e jamais o fariam a pensar em “louros” passageiros. Isso ainda engrandece mais a vossa atitude. Como simples cidadão, como doente oncológico e em particular como Penicheiro, de alma e coração, deixo-vos um abraço do tamanho do Mundo e um bem-hajam pela vossa disponibilidade à Liga Portuguesa Contra o Cancro.”